Archive for março \30\UTC 2010

Bruuuuu

março 30, 2010

ahhhhhhhhhhhhhhh

Sabe do que eu gosto do outono? Os dias frios e cinzentos! È, aquela umidade gostosa que deixa o seu corpo fresco, ao mesmo tempo em que se esquenta com a roupinha quentinhaaa!!

=D

Gosto de tomar sopa quente, sair com os amigos pra um lugar aconchegantes pra bater um papinho, namorar… Sem falar que tudo é tão mais bonito, as pessoas mais elegantes, os dias mais curtos!

As árvores adormecem, os animais hibernam, tudo fica mais tranqüilo… então vem aquela imagem das folhas ao chão, da brisa fria, dos cachecóis….

Tudo é melhor no frio!

Bem vindo Outono!

\o/

Anúncios

Acheiiiiii

março 30, 2010

Curingando por ai, achei a árvore do Avatar!!

heheheeAchei!!

Tadã!

março 24, 2010

To cansada de tantas reclamações, mal-humor, grosserias…
O que se ganha sendo tão reclamão(ona)?
Céus, essa quantidade de gente mal-humorada me faz ter mais vontade de estar contente e dizer bons-dias sorridentes, como se o dia fosse sempre o melhor de todos!

Antes a idéia era de velhos ranzinzas… pois ou eu sou muito velha agora ou tem muita gente nova e chata, ranzinza e preguiçosa!
Só faz pensar no sábio ensinamento que as pessoas não ficam chatas quando envelhecem, mas elas são chatas sempre e apenas envelhecem.

Chatice é questão de ponto de vista, claro.
Mas ser bobo-alegre é ser exceção no mundo?
Mais de uma vez me chamaram de contente e em uma delas já disseram que sou a pessoa mais contente que já tivera visto, a criatura que proferiu isso.

Será que isso foi dito por que eu sou feliz mesmo, por que estava sorridente naquela hora ou porque fiz a pessoa se sentir contente?
Tanta gente finge tantas coisas… e se todo mundo vestisse mais a máscara de feliz, uma hora elas mesmas acreditariam nisso e tomariam como verdade?

Será que vale a pena o teste? 😉

Calma alma minha…

março 17, 2010

Adoro a sensação de amores e momentos, calmas, almas, desejos, cheiros!

"Eu digo calma alma minha, calminha... você tem muito que aprender."

Tudo bem, tá na moda a devoção à solteirice.
Vide à grande composição que muito toca nas rádios sertanejas:

“Quem tem azar é azarado,
mas quem tem sorte é sortero”

Eu tbm teria se estivesse com alguém que não tem os parafusos no lugar, é clichê, mas antes só à mal-acompanhado.
Mas será que esse “só” é mesmo só?
Nenhum dos adoradores precisa de um abraço no fim dum dia cão, colo em hora de preguiça e palavras de incentivo?
Um desconhecido (desses do “um por noite”, as vezes 2, 3, 4…) não serve pra isso!

Bom mesmo não é estar só, mas ser individual, mesmo quando se está junto. Mesmo quando junto quer dizer muito junto, a individualidade continua sendo individual. E junto com a de outrem, viram duas que se tangem e por vezes são muito parecidas. Mas a graça continua sendo ser dois, e também um.

Porque a unilateralidade é chata!

Ei, rapidinho!

março 16, 2010

A pergunta que não quer calar:

a distância mata um amor?

ou acaba com uma paixão, já que se acabou, talvez não fosse amor?

O.o

março 3, 2010

O pensamento bloqueou a mente!!

Como é complicado pensar, se eu penso em não pensar, estou pensando de qualquer forma! Por que isso? Para que? Onde vai me levar todas essas perguntas sem respostas? Sei que o que move o mundo são elas, mas mesmo assim, há momentos que gostaríamos (acredito eu) de ficar off!

Quando não dá,  não dá!

Me preocupar com as coisas mais mesquinhas da vida me irrita! E mais do que isso, ver que são poucas as pessoas que se agoniam com essas perguntas… que não vivem por viver, que não estão aqui somente de passagem!

Será que haverá uma recompensa por isso? Ou serei jogada no inferno (se é que existe um) por duvidar de qualquer Deus? Será que alguém vai julgar pelo que somo, fomos ou fizemos?

Acho que descobri onde vivem os monstros… está dentro de cada um de nós!